Outros Verões

28/04/2022


É difícil fazer as malas e se mudar sem querer, se mudar porque é preciso e não porque planejou.

Imagine a casa que você cresceu, onde tudo é familiar e aconchegante. Imagine alguém que te visita, que se senta a mesa... Depois de muitos anos, ver que tudo isso está se esvaindo é um susto bem grande. É como se muito do que você conhecia já não estará mais ali e você terá que criar uma outra vida longe daquilo que você gostava tanto.

Fechamentos de ciclos consistem em dar adeus ao que deve ficar para trás. Muitas vezes eu escolhi ficar. Até quando não deveria, escolhi ficar. Acreditava que algumas relações deveriam ser preservadas por toda a vida, porque aquelas eram como suas raízes e eu sempre olhava as minhas com amor. Mas se você parar pra pensar, raízes te prendem ao chão e, às vezes, a terra já não é mais saudável.

Claro que estas são metáforas – no meu caso, as duas falam de pessoas.

Às vezes, temos o péssimo hábito de esquecer que as coisas são efêmeras, que não significa que não foi verdadeiro, mas elas têm prazo de validade. Eu sei, a gente se apega bastante ao que consideramos nosso, mas se ater ao passado te impede de viver o presente e de mudar o seu futuro.

Muitas coisas irão agora ficar guardadas na minha memória como “uma boa amizade que tive, um amor que vivi, bons momentos que compartilhei”, foram incontáveis estações. Mas o tempo passa, a vida adulta chega e o preço dela é a sua dedicação, ela só anda se você se movimentar. Então, já não temos mais tempo para perder lidando com certas situações.

Quando não abrimos mão do outro, forçando mantê-lo em nossa vida, deixamos uma coisa muito importante para trás, nós mesmos. Então, não espere uma situação ficar insustentável para que você siga em frente. Nós sempre sabemos quando algo chegou ao fim, seja morar com seus pais, seja um relacionamento ou uma amizade.

Para pessoas e plantas: sempre haverá outros verões.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e até a próxima!

ÚLTIMO BISCOITO
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL